segunda-feira, 20 de junho de 2016

METROPOLITANO DE FUTSAL 2016

4ª RODADA METROPOLITANO DE FUTSAL 2016
CRAQUE 10 X GOLAÇO

Amanhecer gelado no RS, mas quem tem um sonho não espera, vai atrás!!! Temperatura congelante para a 4ª rodada do metropolitano de futsal que neste final de semana foi disputado em Gravataí município vizinho distante 23km da Capital Porto Alegre. Nossos Atletas embarcaram as 7:30h da manhã de domingo, com ônibus fretado e recheado de craques, além de torcedores empolgados.
As categorias deste final de semana se dividiram em Sub 15, Sub 13, Sub 11, Sub 9 e Sub 7.

Com destaque para a sub 15 que após grandes dificuldades encontradas durante o ano, obteve vitória emocionante e gratificante, apesar dos desfalques de alguns atletas que não puderam comparecer. No entanto contou com retorno de alunos que fazem parte da história da escolinha ao longo destes 9 anos.
Vamos as partidas!!!!!

 Sub 15!!!!!

Em pé: Yuri Monks, Hyan Fraga, Fabiano Clementel, Prof Gisele Ramos.
Agachados: Matheus Fruck, Gabriel Senna, Guilherme Martins. 

Placar:  Craque 10    7x4     Golaço
Gols: Hyan Fraga (1), Gabriel Senna (1), Guilherme Martins (3), Artur Lopes (1), Matheus Fruck (1).

Vitória merecida pela dedicação e empenho durante os jogos e treinos!!!




 SUB 13

Em pé: Artur Lopes, Gustavo Lima, Yuri Monks, , Prof Jaqueline Escobar.
Agachados: Lucas Silva, Fabricio Clementel, Wilhan Monteiro.

Placar:  Craque 10    8x2     Golaço
Gols:  Fabricio Clementel (4), Artur Lopes (3), Wilhan Monteiro (1).

Vitória importante para se manter na busca pelo título!!






SUB 11

Em pé: Emerson Pereira, Yasmin Monks, Jeferson Diniz, Prof Jaqueline Escobar.
Agachados: Johnny Cunha, Igor Vargas, Nicolas Texeira.

Placar:  Craque 10    3x2     Golaço
Gols: Igor Vargas (1), Jeferson Diniz (1), Johnny Cunha (1).

Vamos em frente...aproveitar a vitória até a próxima partida!!




SUB 7 e Sub 9


A diversão foi o ingrediente principal destas últimas partidas, a categoria sub 9 apesar de perder o jogo por um placar de 7x6, teve belos gols, marcados por Bernardo Silveira (2), Nicolas Texeira (3), Douglas Pierry (1).

Enquanto a categoria sub 7 deu um show de aprendizado das aulas posto em prática durante a partida, onde o que menos importa é a vitória. Mesmo assim ela veio acompanhada do placar 4x2 e gols marcados por Felipe Costa (1) Luan Dutra (2), José Aquiles (1).




***Momentos da Rodada****

















 

domingo, 5 de junho de 2016

CAMPEONATO METROPOLITANO DE FUTSAL 2016

3ª RODADA METROPOLITANO DE FUTSAL 2016

Mais um final de semana de grandes partidas, em quadra as categorias sub 7/ sub 9/sub 11/sub 13/ sub15. Foram protagonistas em todos os jogos, se divertiram, competiram e aprenderam.


RESULTADOS E GOLS.....

Sub 15/13 ....Craque 10  8x8 Deiques
Gols Marcados: Neto Campos (2), Artur Lopes (3), Guilherme Hanssen (1), Fabricio Clementel (1), Isadora Maestri (1).

Sub 11......Craque 10  4x3 Deiques
Gols Marcados: Jeferson Diniz (1), Emerson Pereira (2), Guilherme Hanssen (1).

Sub 9......Craque 10  3x2
Gols Marcados: Bernardo Silveira (2), Pierry Rodrigues (1)


Próxima Rodada dia 19/06/2016


 TORCIDA CRAQUE 10

 Nossos atletas estão evoluindo a cada partida, a cada jogo notamos o desenvolvimento de cada um, individualmente e coletivamente. No entanto o destaque desta rodada foi o ponta pé inicial da nossa Torcida Craque 10, com pais uniformizados, balões e bandeiras!!!



 UM POUCO SOBRE TORCER PELO SEU PEQUENO GRANDE CRAQUE!!!

 "Uma coisa é torcer porque eu sou a favor daquilo e quero que dê certo. A outra é quando você passa a ser contra alguma coisa - o que envolve o desejo de destruição. A partir do momento que você começa a desrespeitar a torcida adversária, isso é um estopim para desencadear a violência", explica Katia Rubio, psicóloga e professora da Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo e membro da Academia Olímpica Brasileira.

É nesse ponto que entra a família. "Muito desse comportamento nós herdamos dos pais. Como o pai é a principal referência da criança, se ela vai com ele ao estádio e ele xinga o adversário, ela pensa que pode fazer o mesmo. À medida que cresce, ela acha que deve ser melhor que ele - e, nesse caso, significa ser mais agressivo do que o pai", explica a psicóloga.
Por isso a importância de ensinar às crianças os valores que devem ser respeitados dentro e fora do estádio, para fazer do futebol - e do esporte em geral - um espaço mais seguro e democrático. "Que os adultos levem para o estádio as mesmas relações de convivência que desejam para as atividades em família, como respeito ao espaço do outro e às diferenças", diz a professora.

http://educarparacrescer.abril.com.br/comportamento/ensinar-filho-torcer-775707.shtml



VENHA SE JUNTAR A NÓS E A NOSSA PEQUENA GRANDE TORCIDA!!!!

#VemTorcerComAGente